domingo, 8 de maio de 2016

O MELHOR DE MIM (THE BEST OF ME)

Sou suspeita pra falar por amar tanto o trabalho do Nicholas Sparks, apesar das adaptações NUNCA serem conforme os livros, os filmes não deixam de serem bons, a parte legal é que qualquer um pode entender, lendo ou não. Sei que é difícil esquecer a historia do livro, mas acho muito importante sempre ir assistir como se tivesse indo ver outra história, completamente diferente do que já leu.

Título Original: The Best Of Me
Estrelado por: James Marsden, Michelle Monaghan, Liana Liberato e Luke Bracey
Gênero: Romance
Dirigido por: Michael Hoffman (l)
Estreia no Brasil: 30 de outubro de 2014

O filme conta a história de Amanda e Dawson, dois jovens que se conhecem na escola e não demorou muito tempo pra se apaixonarem. O pai de Amanda não apoia o relacionamento, inclusive ofereceu dinheiro para ele se afastar. Dawson tem uma vida muito difícil, seus irmãos e seu pai são violentos e viciados, ele possui várias marcas de surras que seu pai lhe dava. Certo dia, cansado de apanhar, resolve sair de casa e acaba conhecendo Tuck, um viúvo que fica sentido com a história e resolve ajudá-lo. Depois de um acidente, Dawson é preso e pega uma pena de oito anos, claro que Amanda quer o esperar, mas ele só queria o seu melhor. 
21 anos depois, um funeral faz com que eles se reencontrem, com vidas completamente diferentes, mas as mágoas do passado ainda não foram apagadas. Os dois conversam muito, e percebem que aquele amor da adolescência, nunca acabou. Então, Amanda já casada e com filhos, precisa escolher entre ser feliz com o homem que sempre amou, ou continuar com suas responsabilidades. 
Esse filme só mostrou que o primeiro amor deixa marcas pra vida inteira, isso é fato. Podemos não estar apaixonados ainda, mas aquele primeiro cara, aquela menina que você tanto gostava, deixou marcas em você, não tem como apagar o primeiro sentimento, o primeiro amor...
Apesar da diferença gritante do livro, é uma história que emociona e ao mesmo tempo tira algumas risadas, nada muito forçado. Os flashbacks fazem com que o filme não fique tão cansativo, tudo vai acontecendo lentamente, mas nada que lhe faça sentir sono.
Uma coisa que me incomodou um pouco, foi a diferença entre os atores de Dawson, já que ele jovem era MUITO diferente do atual, impossível uma pessoa mudar tanto assim, a não ser que seja o Michael Jackson, mas como uma pessoa de olhos castanhos, quando cresce adquiri olhos azuis?! Quero esse milagre em mi também! Sei lá, fiquei um pouco incomodada, mas fora isso, perfeito.
Final com certeza surpreendente, sei que muitos ficaram revoltados, mas gente, faz parte da vida, e também do livro. Se mudasse essa última coisinha bem no fim, ai sim ficaria ruim. Mas, se você gosta de um bom romance, BEM trágico e BEM dramático, pode assistir O Melhor De Mim que não vai se arrepender, prometo!


Siga nas Redes Sociais
Estranha no Paraíso | Twitter | Instagram | Facebook | YouTube
Snapchat: alineeb8

sábado, 7 de maio de 2016

UM MOMENTO PODE MUDAR TUDO (YOU'RE NOT YOU)

Filme baseado no livro de Michelle Wildgen. Gosto muito de assistir alguns filmes que tenham pouca divulgação, normalmente tenho gratas surpresas e com esse não foi diferente. Já tinha guardado há um tempo no meu notebook, até que um domingo resolvi assistir e OLHA, que arrependimento de não ter visto antes.

Título Original: You're Not You
Estrelado por: Hilary Swank e Emmy Rossum
Gênero: Drama
Dirigido por: George C. Wolfe
Estreia no Brasil: 02 de Abril de 2015

Conta como Kate (Hilary Swank) e Bec (Emmy Rossum) se conheceram e tornaram-se melhores amigas. Kate sofre de uma doença terminal, chegou em um ponto na vida, que seu marido não conseguia mais cuidar dela sozinho, pois ela tinha dificuldades de absolutamente tudo, muito dependente de outras pessoas, então, marcou entrevistas com algumas mulheres, entre elas estava Bec, uma universitária meio relaxada que tinha um caso com seu professor casado. A menina não sabia fazer nada, mas parece que a química entre as duas acontece logo, porque é exatamente ela que Kate contrata. Com o passar do tempo, Bec se afasta ainda mais da sua antiga vida e se dedica apenar em cuidar da Kate.
Falando a verdade, só de pensar nessa história da vontade de chorar. Fico meio desapontada que filmes como esse não tem nenhuma boa divulgação, enquanto algumas porcarias tem muito marketing. Esse filme é um tapa na cara da sociedade, mostra a realidade de muitos, e como uma amizade é importante na vida de alguém, as vezes a pessoa que mais vai sentir nossa falta, é a que menos esperamos. Por isso é sempre bom prestar atenção, quem é seu amigo de verdade.
Assisti sem pretensão nenhuma, achei que seria só mais um drama clichê, mas não, garanto que esse filme vai te tocar no fundo da alma e sim, estou sendo bem profunda, porque é o que essa história se pede. É aquele tipo, que você vai ver e mesmo depois de ter acabado, vai continuar refletindo por um tempo.
A atuação das atrizes me impressionou e MUITO, ainda mais que não conhecia muito bem o trabalho da Emmy Rossum mas fiquei feliz com o resultado, enquanto Hilary Swank brilhou o tempo inteiro, apesar que não é muita surpresa esse mulher arrasar. Enquanto, Josh Duhamel foi bem mas nada surpreendente.
O final com certeza é o mais forte de tudo, muito triste saber que o corpo do ser humano é tão frágil. O título já diz muito, "Um Momento Pode Mudar Tudo", sua vida pode mudar em um minuto. Esse é aquele tipo que podemos chamar de FILMAÇO!


Siga nas Redes Sociais
Estranha no Paraíso | Twitter | Instagram | Facebook | YouTube
Snapchat: alineeb8

sexta-feira, 6 de maio de 2016

VINGADORES: ERA DE ULTRON (AVENGERS)

Pra quem me conhece sou a louca dos heróis, então claramente sou apaixonada pelos Vingadores, apesar de não ter achado melhor que o primeiro (ou talvez sim, não consigo me decidir) gostei muito do segundo e já não vejo a hora do lançamento do terceiro.

Título Original: The Avengers: Age Of Ultron
Estrelado por: Robert Downey Jr., Mark Ruffalo, Scarllet Johan, Chris Evans e Chris Hemsworth
Gênero: Aventura
Dirigido por: Joss Whedon
Estreia no Brasil: 23 de Abril de 2015

Tony Stark tenta reiniciar um programa de manutenção a paz, porém, acaba estragando tudo. Sistema inteligente, acaba criando diversos robôs para destruir o planeta, com a ajuda dos irmãos Wanda Maximoff e Pietro Maximoff, a feiticeira e o mercúrio. Porém, eles pensam que Ultron apesar que acabar com os Vingadores, não o planeta. Então, como já sabemos, Thor, Hulk, Capitão América, Viúva Negra, Arqueiro e Homem de Ferro precisam fazer de tudo para impedir que isso aconteça, aparentemente parece impossível, mas eles precisam unir suas forças e pararem de discordar tanto. Unidos, precisam enfrentar o vilão Utron.
O filme é bem longo, mas parece que passa num piscar de olhos. Ouvi pessoas dizendo que não teve muita ação e fico me perguntando, será que vi o mesmo filme que todo mundo? Quando você menos espera é porrada.
Os efeitos especiais estão incríveis, nesse aspecto acredito que melhor que o primeiro. Alguns personagens novos surgem, como a Feiticeira, Mercúrio e Visão. Têm um final surpreendente e olha, a Marvel está de parabéns em todos filmes que faz, um melhor que o outro, mas claro, pra quem curte super-heróis!


Siga nas Redes Sociais
Estranha no Paraíso | Twitter | Instagram | Facebook | YouTube
Snapchat: alineeb8

quinta-feira, 5 de maio de 2016

TWO NIGHT STAND

Eu adoro filmes que me surpreendam, com aquele final que te deixa de queixo caído, mas vocês não tem noção o quanto eu amo filme romântico, cheio de clichê. 

Título Original: Two Nigh Stand
Estrelado por: Miles Teller e Analeigh Tipton
Gênero: Comédia Romântica
Dirigido por: Max Nichols
Estreia no Brasil: 25 de Setembro de 2014

Megan mora com sua amiga e o namorado, cursou medicina, porém não trabalha, na verdade não faz nada da vida. Até que, resolve que está muito tempo na seca e precisa de uma transa de só uma noite. Ela entra em um site de relacionamento, e começa puxar assunto com vários caras, até que finalmente encontra o certo para te satisfazer, Alec. Então, ela vai até a sua casa, ao acordar pela manhã, os dois já começam discutindo, sabe-se lá porque. Quando Megan vai embora furiosa, a porta está travada devido a uma tempestade de neve, agora os dois estão presos no apartamento de Alec, até a chuva passar. Claro que, quando você fica muito tempo em um lugar com alguém, automaticamente trocam várias ideias e se conhecem melhor, apesar das discussões.
Logo Megan e Alec já estavam "amigos", íntimos até demais. Resolvem ensinar um ao outro como se faz sexo, o que a mulher gosta e o que não gosta. Já imaginam onde isso vai dar né? Só que, Megan descobre um segredo dele, que parte seu coração, a questão é, o que ele vai fazer pra ficar com ela?! Será que vai dar certo?
Só colocar dois casais brigando e se apaixonando que me derreto toda. Muito diferente da vida real, que não sou muito fã de romantismo. Esse filme me conquistou desde o primeiro minuto, é de roteiro simples, atores novos mas com muito potencial, eles se completam entre si.
Tô gostando muito dos filmes do Miles Teller, depois que vi "Namoro ou Liberdade", percebi o quanto é talentoso, depois de Divergente então, nem se fala. Apesar de achar a Analeigh Tipton meio sem sal, gosto dessa menina, acho ela bem fofa e estava ótima no papel. Enfim, pra quem quer um bom romance clichê, esse filme sem dúvida é a melhor opção.

Siga nas Redes Sociais
Estranha no Paraíso | Twitter | Instagram | Facebook | YouTube
Snapchat: alineeb8

quarta-feira, 4 de maio de 2016

EX MACHINA: INSTINTO ARTIFICIAL

Filme ganhador do Oscar de melhor efeitos visuais nesse ano (2016), muito mais que merecido. Passou a perna em Mad Max, O Regresso, Star Wars e Perdido em Marte, agora imaginem aí o quanto esse filme é bom.

Título Original: Ex Machina
Estrelado por: Alicia Vikander e Domhnall Gleeson
Gênero: Ficção Científica
Dirigido por: Alex Garland
Estreia no Brasil: 06 de agosto de 2015

Conta a história de Ava (Alicia Vikander) uma robô com inteligência artificial, criada pelo Nathan Bateman (Oscar Isaac) um cara brilhantes e muito inteligente. Quando Caleb (Domhnall Gleeson) um jovem programador de computadores ganha um concurso na empresa onde trabalha, ele passa uma semana para ajudar Nathan em sua casa. Ele foi escolhido para testar a tal robô Ava, a nova criação muito sofisticada, até mesmo sedutora. Em certos momentos, dá até pra esquecer que é realmente uma robô. Ela consegue mexer com a cabeça de Caleb para juntos fugirem da casa do Nathan.
Um dos melhores filmes de inteligência artificial que vi na vida, se pudesse dava nota MIL, sem exageros. Amo quando a história me prende e ao mesmo tempo me surpreende. Nada clichê!
Esse filme mostra que a máquina nunca terá sentimentos, mesmo no fundo que sempre torcemos para aquele final feliz, não não, robôs não têm e nunca vão ter sentimentos como seres humanos. Por um momento, até sentimos um apego pela Ava, mas é um robô, não sente nada! 
Sei que muita gente reclamou do final, mas não poderia ser mais magnífico. Não é isso que queremos dos filmes? Que nos surpreenda?! ENTÃO!!! É exatamente isso que essa história traz. Indico para todos, gostando de histórias de ficção científica ou não, garanto que é uma ótima escolha.



Siga nas Redes Sociais
Estranha no Paraíso | Twitter | Instagram | Facebook | YouTube
Snapchat: alineeb8

terça-feira, 3 de maio de 2016

UM ROMANCE NA ALTA MODA (AFTER THE BALL)

Já sabem que sou a louca das comédias românticas né? Esse filme na verdade foi um achado, fiz o download sem querer e já se tornou um dos meus preferidos, típico filme de sessão da tarde, engraçado na medida certa, leve, do jeito que gosto... Foi lançado em 2015, mas pouca gente conhece devido a pouca divulgação, o que é uma pena.

Título Original: After The Ball
Estrelado por: Portia Doubleday
Gênero: Comédia
Dirigido por: Sean Garrity
Estreia no Brasil: 2015

Kate é uma estilista muito talentosa, que infelizmente não consegue emprego, já que seu pai é um empresário de varejo que vende roupas parecidas com dos designers para quem Kate quer trabalhar, assim, ninguém quer contratar a filha do concorrente. Mas, a garota quer crescer por mérito e não por ser filha de alguém, mas depois de muito sacrifício, se junta ao negócio de seu pai. Mas, nada é muito fácil, já que precisa lidar com a madrasta e duas irmãs muito ruins, tipo a história da Cinderela, elas conseguem fazer com que Kate seja despedida pelo próprio pai, mas para salvar o negócio, a garota resolve trocar de identidade e ser um homem para trabalhar como estagiária na empresa e salvar seu pai da falência.
Claro que não é aquele filme cheio de efeitos especiais, mas é a típica história pra ver em um domingo chuvoso, ou quando não tem nada pra fazer. Já assisti duas vezes e não me arrependo nem por um segundo, as vezes é bom ver algo mais leve, sem preocupação.
A atriz me lembrou muito a Amanda Seyfried, foi o primeiro filme que vi com ela, mas já gostei, quero acompanhar outros trabalhos. O papel de seu pai é atuado pelo Chris Noth, de Sex And The City.
Confesso que morro de raiva dos personagens nesse tipo de história, fico pensando como pode ser tão ruim assim? A menina só queria trabalhar com o pai, sequer ficava esfregando na cara de todo mundo que era a dona também, mas, a madrasta sempre quer tudo só pra ela. Se você curte um filme de menininha, é uma ótima opção, mas se gosta só de tiros e explosão, é melhor passar longe.

Siga nas Redes Sociais
Estranha no Paraíso | Twitter | Instagram | Facebook | YouTube
Snapchat: alineeb8

segunda-feira, 2 de maio de 2016

LINDA DE MORRER

Poderia começar esse post falando "Não sou capaz de opinar", porque realmente não sei bem o que vou falar, mas vamos tentar! Piadinhas a parte, não sei porque espero tanto de alguns filmes brasileiros, talvez seja o trailer que muitas vezes é melhor que o filme, mas olha, "Linda de Morrer" não é tão ruim assim, mas não é um filme que sinto necessidade de ver novamente...

Título Original: Linda de Morrer
Estrelado por: Glória Pires, Ângelo Paes Leme e Antônia Morais
Gênero: Comédia 
Dirigido por: Cris D'amato
Estreia no Brasil: 23 de julho de 2015

Conta sobre a cirurgiã plástica Paula (Glória Pires) mulher rica, poderosa que não dá atenção pra filha, sua ganância e trabalho sempre falam mais alto. Paula aplica em si mesma uma fórmula para eliminar celulites produzida em sua empresa, mas de repente morre. No começo é meio difícil aceitar sua morte, até que ela percebe que um psicólogo/médium é o único que pode vê-la mesmo morta. Com ajuda dele, precisa avisar seu sócio e sua filha o motivo de sua morte, é preciso tirar esse medicamento do mercado.
É mais um besteirol que nos tira poucas risadas, mas que pelo menos no fundo tem uma moral de história, vamos dar valor as pessoas que amamos enquanto estamos vivos, quando a morte chega, trabalho nenhum vai importar, só vai estar do seu lado aqueles que realmente lhe amam.
Me incomoda um pouco a atriz Glória Pires, apesar de ser muito conceituada por alguns, não acho que tenha uma boa atuação digna de aplausos, até acredito que o filme seria um pouco melhor se tivessem escalado outra atriz, ou talvez não, o filme é só ruim mesmo, ou quase isso.
O problema é que, as pessoas tem que parar de rotular tanto o Brasil, parece que as comédias estão sempre falando de espíritos, reencarnação e outros rituais que nem todos os brasileiros gostam, me desculpe, mas esse tipo de coisa me incomoda. Não deixa de ser um filme engraçado (em algumas partes) mas como já disse, não é uma história que me fez ter aquela vontade de assistir novamente.


Siga nas Redes Sociais
Estranha no Paraíso | Twitter | Instagram | Facebook | YouTube
Snapchat: alineeb8